4 sinais de que o seu escritório precisa de um software jurídico (Foto: pixabay)

4 sinais de que o seu escritório precisa de um software jurídico

Já passou por um momento em que perdeu um prazo processual? Ou aconteceu de algum documento importante ter sido perdido para algum processo? Muitos profissionais ficam sem tempo para se dedicar às atividades jurídicas do seu caso, gastando seu tempo com questões manuais e mecânicas.

É nesse cenário que a recomendação é procurar por um software jurídico. Essas situações do dia a dia são o sinal necessário para que o escritório de advocacia comece a automatizar as suas tarefas, com a gestão de prazos e processos.

Em diversas situações, um software pode ajudar a resolver problemas e outras questões que acabam ocupando um tempo precioso. Por isso, confira alguns sinais de que o seu escritório precisa de um software jurídico:

1 – Falta de tempo

A gestão de um escritório de advocacia é algo que demanda muito tempo para o advogado. Para conseguir otimizar esse tipo de trabalho, os softwares jurídicos surgiram. 

Com diversas funcionalidades, é possível contar com calendário, tarefas a serem cumpridas, atividades recentes, além de controle de prazos para administrar melhor os compromissos. As notificações também permitem que o advogado não perca as suas datas.

Dessa forma, o profissional consegue se dedicar as atividades que realmente importante, tendo mais tempo e com uma preocupação a menos em relação as tarefas e prazos. 

2 – Atividades repetitivas e mecânicas

O software jurídico serve justamente para conseguir acabar com o tempo gasto em atividades repetitivas e mecânicas. O sistema vai assumir para si a responsabilidade, mexendo com a gestão de prazos, clientela, tarefas, processos, relatórios, finanças, etc.

Além disso, para conseguir encontrar qualquer dado que seja cadastrado no sistema, vai permitir que ele seja pesquisado, localizado e ainda facilmente acessado por um serviço de busca digital. 

3 – Prazos

Muitos advogados têm medo de perder o prazo, mas com o software jurídico, esses riscos são diminuídos. As ferramentas apresentam notificações que enviam alertas para o e-mail, por exemplo, apresentando as novidades importantes para estar atento em relação aos processos.

Essas informações incluem os prazos para as tarefas em qualquer movimentação processual, o que deixa mais claro quanto tempo falta para entregar as atividades.

Com isso, o profissional consegue controlar todos os prazos que têm pela frente, mas também tem uma visão global dos compromissos que tem para o dia da semana, mês. Por conta disso, muitos erros por esquecimento podem ser evitados.

4 – Monitoramento processual

Fazer o acompanhamento manual dos processos do escritório é algo bem trabalhoso, mas também é arriscado. Afinal, é bem mais fácil que algo que seja importante acabe passando sem ter percebido. Por isso, usar um software jurídico se torna uma grande ajuda.

Ao usar a inteligência artificial, o monitoramento é realizado. O sistema consegue encontrar nos tribunais do país, procurando movimentações, emitindo um alerta para o advogado. Também sugere novas próximas atividades que precisam ser feitas depois disso. 

Portanto, um software jurídico pode contribuir muito para a rotina de um escritório de advocacia, diminuindo erros e ainda promovendo mais produtividade. 

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email