Você conhece as Leis Trabalhistas que existem nas empresas?

Empreender é um grande desafio no Brasil, composto de uma série de grandes responsabilidades e todas com igual nível de importância, não é mesmo?

Certamente você dirá que as estratégias comerciais, o plano de marketing, a precificação, o controle de estoques são as principais e que exigem os maiores esforços.

Não podemos negar, pois são a base de existência da empresa. Mas você já imaginou estar conseguindo ótimos lucros e, de repente, perder boa parte deles em uma ação trabalhista?

Pode ser um prejuízo que sua empresa leve anos para recuperar. E muitas vezes, por simples desconhecimento de uma lei, de um direito trabalhista ou de uma mudança, como as tantas que aconteceram na Reforma Trabalhista, e sua equipe administrativa não sabia.

Você está abrindo uma empresa, que certamente terá empregados?

Conhece as Leis Trabalhistas que existem nas empresas? Vamos falar de algumas.

FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

É talvez o direito trabalhista mais conhecido e de maior alcance social.

O empregador deve recolher, mensalmente, à Caixa Econômica Federal, o valor correspondente a 8% do salário bruto de todos os seus empregados, e os valores vão para contas correntes de FGTS que o banco mantém em nome de cada empregado.

O saldo é remunerado mensalmente e pode ser resgatado em várias situações, total ou parcialmente, quando o empregado:

  • É demitido sem justa causa.
  • Deseja usar para a compra de imóvel.
  • Atinge os 65 anos.
  • Se aposenta.

Existem outras situações, o que demonstra o caráter social desta poupança criada para cada trabalhador. Importante ressaltar que o empregado não é descontado, o FGTS é recolhido apenas pelo empregador.

Férias

Cada empregado tem o direito a 30 dias de férias cada ano completado de trabalho (a data de aniversário é o mês de admissão).

Com a nova Reforma Trabalhista, as férias podem ser parcelas em 3 períodos, desde que cada um tenha no mínimo 10 dias. E uma coisa que poucas empresas e pessoas sabem: menores de 18 anos e maiores de 50 devem tirar férias integralmente.

Outro item pouco conhecido é que os menores de 18 anos podem tirar férias coincidindo com as escolares.

As faltas não justificadas durante o ano-base das férias podem reduzir o número de dias de direito a elas.

Licença-maternidade

Este é um direito importantíssimo e que costuma causar muitas ações por descumprimento das suas regras, que visam preservar o período de relacionamento da mãe com o recém-nascido e também o emprego.

A licença é de 120 dias, que podem começar de 28 dias antes do parto até o dia dele. É remunerada, paga pela empresa que depois é reembolsada pelo INSS. A empregada pode requerer as férias começando após o fim da licença-maternidade, desde que tenha o direito adquirido até a data de início delas.

Outro aspecto positivo para as empregadas e empresas é o programa Empresa Cidadã; se a empregada desejar, ela pode requerer 180 dias e a empresa pode usar o valor referente aos 60 dias para abatimento integral do Imposto de Renda.

A empregada tem estabilidade do emprego e o pai pode requerer 5 dias de licença-paternidade remunerada.

Estagiários

Os estagiários são uma ótima forma das empresas investirem em talentos que estão se formando nas áreas de interesse profissional delas, dando o suporte que eles precisam para progredirem acadêmica e profissionalmente.

É importante que a empresa cumpra as obrigações para ter estes talentos:

  • Ele deve estar matriculado em uma instituição de ensino médio ao superior.
  • Deve haver um Termo de Compromisso entre empresa, candidato e instituição.
  • As atividades devem ser relacionadas com a formação e experiência que o candidato quer adquirir e elas estarão expressas no Termo.
  • O estagiário recebe uma bolsa, paga pela empresa, seguro de vida e tem direito a 30 dias de férias não remuneradas ao final de um ano, caso ele tenha o contrato renovado.

São apenas alguns das leis trabalhistas. Parece complexo? Com uma boa contabilidade online você fica tranquilo, pois ela cuidará desses assuntos para você.

Suporte remoto de TI x Suporte presencial

Entenda as diferenças entre os serviços e saiba quais as vantagens e desvantagens de cada um

Qual seria a melhor forma de melhor formato de assistência técnica para sua infraestrutura de TI da sua empresa? Seria possível implantar um suporte remoto ou é necessário ter sempre um presencial? Afinal, todo gestor quer ter seu sistema disponível o máximo de tempo possível a fim de evitar prejuízos. Qual a melhor solução?

São tantos questionamentos, mas saiba que cada uma das saídas apresenta vantagens e desvantagens. Aproveitando-se da tecnologia, muitas companhias têm utilizado suporte remoto para baratear os custos e economizar tempo através de programas como o teamviewer, que funciona de maneira muito fácil e de forma gratuita para o uso pessoal. Então, para saber qual a melhor escolha, vamos ver as diferenças entre os tipos de suporte.

Suporte presencial de TI

Chamamos de suporte presencial de TI a assistência técnica feita dentro da empresa. Normalmente, é quando são resolvidos problemas mais complexos e instalados dispositivos que demandam a presença de um profissional no local. Dentre as situações mais comuns estão as falhas físicas, como problema com cabos de rede ou equipamentos que não ligam e infestação de vírus, além de uma manutenção geral preventiva para fazer o check-up das máquinas.

Vantagens:

  • O técnico identifica o real problema, já que poderá visualizar no local o que precisa ser feito;
  • Há mais chances de o serviço também ser mais eficiente, resolvendo, o problema de fato;
  • O gestor consegue expressar melhor as necessidades de sua infraestrutura pessoalmente, conseguindo assim ser melhor compreendido, facilitando o trabalho do suporte.

Desvantagens:

  • A resolução de problemas simples demora mais tempo, o que compromete a produtividade e a retomada dos serviços;
  • O custo é maior, visto que envolve deslocamento e mais tempo do profissional;
  • Como tem um custo maior, isso pode comprometer a saúde financeira da empresa no médio e longo prazo.

Suporte remoto de TI

O suporte remoto de TI, por sua vez, é aquele em que o profissional acessa o equipamento do cliente através de um programa de compartilhamento. Por ele, costuma-se avaliar e resolver problemas de baixa complexidade na infraestrutura como lentidão de internet ou de máquina, incidentes com e-mail, aplicações ou impressora.

Vantagens:

  • Economia de tempo, já que a assistência técnica se inicia assim que o gestor aciona o profissional;
  • Como ele economiza tempo, o suporte remoto de TI é considerado uma solução de problemas mais ágil, retomando a disponibilidade dos sistemas e a volta dos serviços com rapidez;
  • Tem um bom custo-benefício, especialmente para pequenas empresas, visto que não há gastos com deslocamento ou mais tempo do profissional responsável pela assistência.

Desvantagens:

  • Ao acionar o profissional, o gestor deve ser capaz de descrever exatamente qual é o problema para que ele seja solucionado, o que é difícil acontecer;
  • Essa dificuldade de comunicação pode fazer com que o suporte remoto leve mais tempo para solucionar o problema;
  • Por causa da complexidade da infraestrutura, o suporte remoto de TI pode não ser uma solução indicada para as empresas de grande porte.

Qual suporte de TI é melhor?

A escolha pelo suporte presencial ou pelo suporte remoto de TI vai depender muito da infraestrutura da sua empresa e da realidade financeira dela. Resumindo, o que se pode dizer é que, para problemas considerados mais simples, o remoto pode ser indicado como a melhor solução, enquanto para os mais complexos, o presencial mostra-se mais adequado.

Mas é preciso sempre ter em mente que essas soluções são complementares, já que um pequeno incidente pode ser resolvido com assistência remota, mas também pode evoluir para um algo demande a presença do profissional no local.

Diferenças entre o ar-condicionado de janela e o modelo split

Faz tempo que ar condicionado deixou de ser considerado algo supérfluo. Em um país tropical como o Brasil, ter esse equipamento em casa e no ambiente de trabalho é questão de qualidade de vida, não apenas conforto térmico. Confira os principais tipos de ar de condicionado:

Ar condicionado Janela

Modelo tradicional no mercado, o ar condicionado de janela é velho conhecido dos lares brasileiros. Muitos imóveis para alugar ou comprar já possuem o buraco na parede específico para o uso desse tipo de equipamento que é super fácil de instalar.

No mercado, algumas marcas fabricam modelos de ar condicionado Janela como Springer Midea e Tivah. É possível escolher entre aparelhos automáticos e mecânicos de 110V ou 220V.

Principais vantagens do ar condicionado de Janela

  • Aparelho compacto: o equipamento pode ser instalado em qualquer tipo de imóvel sendo recomendado principalmente para ambientes pequenos. Isso porque é compacto já que a evaporadora, a condensadora e o compressor ficam em um único gabinete. Ou seja, oferece conforto térmico ocupando o menor espaço possível.
  • Economia: normalmente o ar condicionado Janela é mais barato do que o Split. Tudo vai depender dos recursos que o equipamento apresenta, a marca escolhida, a potência que você vai comprar, entre outros fatores. Mas, no geral, comprar ar condicionado de janela faz você gastar menos inclusive porque não precisa pagar a instalação profissional.
  • Fácil instalação: não há grandes mistérios na hora de instalar o ar condicionado de janela. Basta ler o manual com atenção para colocar o equipamento direitinho no buraco. O processo é bem prático, simples e econômico.
  • Tradição no mercado: por ser um tipo de ar condicionado vendido no Brasil há mais tempo, os aparelhos Janela têm alta popularidade em nosso país. Hoje em dia, é possível encontrar modelos eletrônicos com controle remoto, além dos mecânicos. Muitas marcas não fabricam mais esse tipo de equipamento. Mas, Tivah e Springer Midea são referências no segmento de ar condicionado Janela.
  • Diferentes potências: no mercado, é possível encontrar ar condicionado de janela de 7.500 BTUs (menor potência – recomendada para ambientes pequenos) até 30.000 BTUs.

Ar condicionado Split

Famoso por sua tecnologia de ponta e seu design moderno, o ar condicionado Split vem sendo cada vez mais vendido. Com uma grande variedade de modelos fabricados por diferentes marcas, esse tipo de ar condicionado tem o funcionamento completamente distinto dos aparelhos Janela. O que o torna, entre outros fatores, mais caro quando comparado aos modelos tradicionais.

Aparelhos mais caros

Quem compra ar condicionado Split paga mais na compra do aparelho. Mas, não para por aí! É preciso bancar a instalação porque ela tem que ser feita por profissionais especializados. Fora os custos com manutenção periódica.

Além disso, os modelos encarecem ainda mais de acordo com a quantidade de BTUs (potência) e de recursos tecnológicos (se é inverter, se tem ciclo quente/frio, se tem filtro contra vírus,.etc).

Principais vantagens do ar condicionado Split

  • Grande variedade de modelos: existem muitos modelos no mercado, de diferentes fabricantes, para você escolher. O ar condicionado Split Hi Wall, por exemplo, é o mais usado em residência. Mas, você também encontra modelos mais potentes que são perfeitos para uso comercial como o ar condicionado Cassete.
  • Tecnologia avançada: alguns modelos de ar condicionado Split permitem economizar até 40% na conta de luz. É o caso dos equipamentos com tecnologia inverter que são vendidos com preços bem mais altos. Além disso, é possível comprar também aparelhos com ciclo quente/frio que podem ser usados durante o ano todo já que no inverno se tornam uma espécie de aquecedor. Outra vantagem tecnológica dos Split é serem menos barulhentos.
  • Recursos inteligentes: existem aparelhos com funcionalidades que tornam a vida do consumidor mais prática, além de ajudar a economizar energia como, por exemplo, a função de desligamento automático programável. Cada modelo tem seus recursos específicos por esse motivo é importante ficar por dentro antes da compra.  
  • Design diferenciado: esse é o quesito que mais encanta o consumidor. Os aparelhos de ar condicionado Split têm design sofisticado. Isso porque ele conta com uma unidade interna onde fica a evaporadora e outra unidade externa que abriga a condensadora. A maioria dos modelos conta com controle remoto.  

Investimentos digitais que aumentam o lucro empresarial

Alavancar vendas pela internet é o objetivo de muitos empreendedores. Mas, não é só criar uma loja virtual. É necessário também investir em estratégias digitais que funcionem de verdade para gerar mais lucro e ainda tornar sua marca referência no segmento de atuação.

Para isso, o investimento em  produção de conteúdo e na otimização de sites para mecanismos de busca (SEO) é recomendado. Isso porque normalmente as vendas provêm do tráfego orgânico ( o usuário vem direto do Google ou outros motores de busca) ou porque viu algum anúncio ou conteúdo nas redes sociais.

Diante desse comportamento de quem compra pela internet, estudar seu target e planejar estratégias de marketing digital é obrigatório para quem quer aumentar os lucros da empresa.

Apostar em marketing de conteúdo

Indispensável para o sucesso das estratégias de Inbound Marketing, o investimento em produção de conteúdo otimizado para SEO traz ótimos resultados, além de ser mais barato do que investir em mídias tradicionais.

Com o marketing de conteúdo, você compartilha com suas audiências várias informações relevantes que elas estão procurando. Ou seja, seus textos, áudios ou vídeos irão responder as principais dúvidas da sua persona e assim transformar sua marca em expert no assunto.

Estratégias eficazes de content marketing conseguem oferecer informação de qualidade e com total relevância para as pessoas certas na hora certa. O que as ajuda em toda jornada de compra (diferentes tipos de conteúdos otimizados são produzidos em cada etapa do funil – o que resulta em segmentação de leads qualificados, conversões, vendas e até fidelização de clientes).      

Investimento em redes sociais

É algo indispensável para o relacionamento com seus clientes e prospects já que é um canal de contato direto com internautas. Mas, a importância estratégica das mídias sociais vai além:

  • aproxima sua marca do público-alvo
  • torna seu negócio referência no segmento para seu target/ persona
  • divulga produtos ou serviços, campanhas de marketing digital, além de postagens do blog e vídeos
  • compartilha informações relevantes para suas audiências
  • mensura a satisfação de seus consumidores entre outras utilizações estratégicas para seu negócio

As redes sociais são excelentes meios para engajamento dos internautas. E a distribuição de conteúdos relevantes otimizados para mecanismos de busca (focados nas suas audiências ou personas) tem tudo a ver com isso.

Uma dica importante para o sucesso das redes sociais da sua empresa é desenvolver todo planejamento em parceria com a equipe de SEO. Dessa forma engajar de verdade é possível.    

Contratar uma consultoria SEO

Essa é uma atitude que impacta diretamente no sucesso do seu negócio. Mesmo que sua empresa seja pequena ou iniciante no segmento, o investimento na contratação de uma consultoria SEO é fundamental para deixá-la à frente da concorrência.

  • O que é SEO: mais do que a sigla do termo Search Engine Optimization, SEO é um processo de Marketing Digital que tem como objetivo otimizar sites para alcançarem as primeiras posições dos resultados de pesquisa orgânica em mecanismos de busca como o Google. Pesquisas de palavras-chave, otimização de conteúdo e estrutura de páginas virtuais são algumas das principais estratégias de SEO.

O aumento de vendas ocorre ao longo ou médio prazo. Mas, em um curto período de tempo já é possível perceber as melhorias em seu site e até mesmo mensurar alguns resultados positivos.

Principais resultados com investimento em SEO

Aumento de tráfego orgânico

Se você tem um e-commerce, as estratégias de otimização de páginas são realizadas para alavancar vendas online. Para isso, uma série de ações planejadas pela consultoria SEO faz com que sua loja virtual atinja melhor ranqueamento na busca orgânica do Google, Bing, entre outros motores .

O resultado das estratégias de SEO é o aumento do tráfego orgânico no seu e-commerce. O que aumenta consideravelmente as chances de conversões e vendas online.

Melhora a consciência da marca

Além do aumento da lucratividade do seu negócio via internet, investir em otimização de site para mecanismos de busca ainda melhora seu brand awareness (em bom português:  consciência de marca que é a métrica que revela como sua marca é reconhecida pelos consumidores e prospects).

Ou seja, com um bom trabalho de SEO você consegue ainda que os internautas associam sua marca aos produtos vendidos, à identidade visual (logotipo, slogan, etc.). Dessa forma, além de alavancar vendas, investir em otimização de sites ajuda também no fortalecimento do brand.

 

Customizações em motocicletas: conheça algumas opções

Quando você compra sua motocicleta e traz ela para casa pela primeira vez, não tem como descrever a emoção. Tudo parece perfeito. O sentimento de guiar uma motocicleta nova é algo indescritível. O cheiro da borracha, o som do motor, tudo isso faz parte desta fantástica experiência. Contudo, depois de algum tempo de uso, você começa a perceber uma característica ou outra que não o deixa 100% satisfeito. Se esses detalhes pudessem ser alterados, a sua motocicleta ficaria perfeita, certo? Então, porque não fazer uma customização? Tem muitas opções e algumas não requerem assim tanto dinheiro. Neste artigo vamos destacar algumas opções para você customizar o seu veículo favorito.

Conforto

Uma das coisas mais importantes para que você ame sua motocicleta é sem dúvida o conforto na hora de guiar. Então, uma opção de customização que é simples e barata, mas que faz muita diferença é, sem dúvida, o investimento no conforto. Investir em manetes e aceleradores, por exemplo, são pequenos investimentos, mas que na hora de guiar muitas horas vão fazer uma grande diferença. Um bom assento ajustável e de qualidade também pode contribuir com esse fator. Além dessas sugestões, uma outra que também traz um excelente custo x benefício é alterar o guidão. Isso é bem importante, pois uma má postura em cima da moto podem arruinar completamente suas costas e ombros. Se quiser tornar a sua motocicleta mais confortável ou se quiser investir na sua saúde, considerando essa questão de guidão, uma opção bastante aceita no mercado é o guidão oxxy.

Economia

Se você já se sente confortável em cima da sua moto, mas o que você não gosta é o fato de ela consumir muito combustível, então tem customizações que você pode fazer para que sua moto gaste menos combustível. De certa forma, quanto melhor a performance da sua moto menor será o seu consumo de combustível. Um bom filtro de ar irá permitir à sua moto “respirar” melhor, ou seja, irá ter um melhor fluxo de ar para fazer combustão, o que se traduz em maior eficácia e mais potência. Obviamente por consequência, a sua moto andará mais por quilômetro que antes. Sendo mais eficaz, o consumo é otimizado.

Estilo

Talvez tenha chegado a hora que você já não se sente mais tão apaixonado pela sua moto. Mas não importa, tudo o que ela precisa é uma pequena mudança de visual para deixar você doido por ela de novo. Estilo é importante, pois se você não se sentir atraído pela sua moto, você não terá o mesmo prazer em guiá-la. Então, que tal uma nova pintura? Apesar de não ser uma customização barata, uma nova pintura pode fazer maravilhas e fazer com que você sinta que está guiando uma moto novinha em folha. Se achar que uma pintura nova é uma mudança demasiadamente radical, que tal priorizar aos detalhes? Tente mudar a iluminação ou até inserir uma pastilha de freio com uma cor mais exuberante. Às vezes os pequenos detalhes fazem toda a diferença.

Conclusão

No fim do dia, o importante é você ainda sentir que tem nas suas mãos um bom veículo, que seu negócio foi bom e não se sentir desesperado, pois hoje em dia é fácil comprar peças e fazer customizações na sua motocicleta. No entanto, nunca esqueça de seguir a lei e lembrar de pesquisar a legislação específica, pois ela muda de estado para estado. Cuidado ao modificar, por exemplo, o diâmetro externo dos pneus, pois existe um limite a ser respeitado, ou não tente mudar o chassi nem o escapamento, pois estes não podem ser modificados. Existem muitas opções no mercado, para todas as necessidades e gostos. Sendo assim, se estiver pensando em novidades, pense primeiro antes de vender sua moto se não vale à pena realizar algumas adaptações. Divirta-se e guie com cuidado!

A importância da pós graduação para se destacar no mercado

A importância da pós-graduação para se destacar no mercado

 

Foi-se o tempo em que possuir graduação no ensino superior era garantia de bons salários e estabilidade no trabalho. Com o aumento da crise econômica, e a consequente escassez das oportunidades de emprego, o mercado passou a exigir outros diferenciais do profissional. Agora, cursos de especialização e o domínio de outras línguas somam-se à necessidade de uma pós-graduação. Pode até parecer contraditório ter que investir mais na qualificação em momento de recessão, entretanto é possível, sim, driblar esta barreira com algumas dicas valiosas. Possuir uma boa de estudo é a regra número um.

A bolsa de estudo deixou de ser um benefício restrito ao período escolar e ensino superior, passando a ser amplamente oferecida nas ofertas de cursos da pós-graduação. O crescimento da oferta não é por acaso, pois vem acompanhada do aumento gradativo da demanda por este tipo de qualificação.

Se o mercado de trabalho exige profissionais mais bem preparados, as instituições de ensino passaram a adaptar as grades curriculares para alcançar este público. Prova disso é que o crescimento da pós-graduação está relacionado às bolsas de estudo na modalidade de ensino à distância (EAD).

Através do EAD, o profissional consegue conciliar a rotina do trabalho com os estudos, criando seus próprios horários para esta finalidade. Isso porque o curso, cuja duração média é de dois anos, é feita quase que totalmente via internet, a partir de uma plataforma própria disponibilizada pelas instituições de ensino. Em quase todos os casos, a única exigência de presença física é ao fim dos estudos, para a apresentação de um trabalho de conclusão ou para a realização de uma prova.

Aproximar o profissional ao mercado de trabalho

Mas a pós-graduação não serve apenas como um diferencial no currículo. Na modalidade presencial – que também oferece bolsa de estudos – o aluno tem a oportunidade de compartilhar experiências com outros profissionais da área. É o chamado “network”, que em vários casos pode resultar em indicações para novos trabalhos.

Além disso, mais que garantir a manutenção do emprego, a pós-graduação é uma forma de provar aos empregadores a sua busca por aperfeiçoamento. Isso é visto com bons olhos por muitas corporações, e um caminho encurtado para uma promoção.

Cinco motivos para iniciar uma pós-graduação

  • Torna o profissional competitivo no mercado: se a crise reduz o número de empregos, as empresas buscam a manutenção dos profissionais mais qualificados. Quando a crise bater, não seja o primeiro na lista de demissões;
  • É um caminho curto para a promoção: investir em conhecimento mostra aos empregadores o seu comprometimento com o trabalho. Promoções e aumentos de salários são as consequências;
  • Muitas oportunidades: a pós pode ser presencial ou à distância. Em ambos os casos, há os mais diferentes cursos disponíveis. Certamente um será ideal para a sua necessidade;
  • O tempo não é empecilho: mesmo os cursos presenciais não oferecem aulas todos os dias da semana. A agenda pode ser facilmente organizada para que os estudos entrem na rotina sem comprometer os outros afazeres;
  • É cada vez mais barato: curso de pós-graduação tem preço acessível. As mensalidades tendem a ser menores com as bolsas.

Como conseguir bolsa de estudos para pós-graduação?

Nunca foi tão fácil obter uma bolsa de estudos. Na internet, o portal da Educa Mais Brasil reúne ofertas das principais instituições de ensino superior do país, tanto para a modalidade EAD como também presencial. Em alguns casos, os descontos na mensalidade podem chegar a 75%.

Portanto, não há desculpas para retomar os estudos. E quanto maior o número de cursos concluídos, melhor para o currículo. Quando a crise bater, não seja o primeiro na lista de demissões.

Conheça os cuidados necessários com os documentos para compra de imóvel

As cifras financeiras envolvidas na compra de um imóvel exigem cuidados redobrados, tanto dos compradores, como também dos vendedores. Isso é importante para evitar aborrecimentos e transtornos futuros. Não é raro, por exemplo, o comprador descobrir que a nova propriedade foi usada como garantia de pagamento de dívida do antigo proprietário. Ou ainda que ela faz parte de um complexo inventário envolvendo herança. Por esta razão, a palavra de ordem é transparência na hora da transação, e isso é possível se solicitados corretamente os documentos para compra de imóvel.

A lista é extensa, e prevê obrigações tanto do comprador como do vendedor. Tais documentos para compra de imóvel, entre eles diversas certidões, garante a idoneidade do negócio a ser feito. Através deles é possível descobrir, por exemplo, se a propriedade possui tributos em atraso, como IPTU, se o registro do imóvel está correto e se o atual dono é de fato quem diz ser.

Geralmente, imobiliárias e corretas solicitam previamente os documentos para compra de imóvel. Entretanto, quando o negócio é feito entre particulares, mesmo que envolvendo bancos, para financiamentos, caberá às partes a obtenção destes documentos.

E não é tão fácil adquiri-los. No caso das certidões, elas podem estar em diversos cartórios, espalhados até em mais de uma cidade. Somente na cidade de São Paulo são dezenas de estabelecimentos que concentram estes documentos para compra de imóvel. Para evitar dor de cabeça, sugerimos os serviços que funcionam como um despachante virtual. O Certidão na Mão é o principal deles, pois faz todo este levantamento de documentos para compra de imóvel e emite as principais certidões que estas transações exigem.

Documentos do imóvel que devem ser apresentados

  • Cópia autenticada da escritura
  • Certidão negativa de ônus reais, que traz histórico do imóvel e sua relação com dívidas
  • Registro de ações reipersecutórias e alienações, para saber se o imóvel em questão foi anteriormente vendido para outra pessoa, mesmo que informalmente
  • Certidão negativa de impostos junto à Prefeitura cópia do IPTU com comprovante de pagamento do ano corrente
  • Registro da planta do imóvel, com assinatura do engenheiro ou arquiteto responsável
  • Certidão negativa de débitos do condomínio, no caso de a venda ser um apartamento

 

Documentos do vendedor (no caso de empresa)

  • Cópia do CNPJ
  • Cópia do contrato social com os registros da Junta Comercial
  • Certidão de quitação de tributos de contribuições federais
  • Certidões negativas de débito junto à Prefeitura

 

Contrato de compra e venda

O contrato de compra e venda a ser registrado em cartório é que vai comprovar a posse da nova propriedade. Para evitar transtornos futuros, é importante a obtenção de todos (ou grande parte) os documentos para compra de imóvel anteriormente citados. Neste contrato, deverá constar as seguintes informações:

  • Dados completos do comprador e do vendedor, como nome, RG, CPF, endereço, profissão e estado civil
  • Valor do imóvel e forma de pagamento (à vista, financiamento próprio ou alienação junto à instituição bancária)
  • Previsão de multas e rescisões nos casos de inadimplência
  • Comissão do corretor

E um detalhe: caso a propriedade a ser vendida faz parte de um inventário, como é comum em herança, é preciso apresentar outros documentos comprobatórios para a compra do imóvel. São eles:

  • Autorização do Ministério Público (se o herdeiro for menor de idade)
  • Cópias autenticadas dos atestados de óbito e do testamento com a devida partilha de bens

Com todos os cuidados, compradores e vendedores não terão com o que se preocupar no presente e no futuro. Tudo certo? Então seja bem-vindo ao novo lar!

Como calcular os gastos de uma mudança internacional…

Veja o que fazer para evitar que seu sonho se torne um verdadeiro pesadelo

Realizar uma mudança – ainda mais se ela for internacional – não é uma tarefa simples. É preciso ter muita organização, principalmente no quesito financeiro. Afinal, é uma ação que exige gastos relativamente altos e que, caso seja feita de maneira desordenada, pode gerar um desequilíbrio nas contas e até emocional. Tudo o que ninguém quer, não é mesmo?

Antes de realizar qualquer atitude, é preciso fazer uma educação financeira, pois, como já dissemos, uma mudança internacional tem preço elevado. Se colocar na calculadora e as contas não baterem, será preciso um pouco de paciência para realizar o sonho de morar fora do Brasil. Para que esse desejo não se torne um pesadelo e vire uma dor de cabeça, separamos algumas dicas importantes a serem seguidas:

Onde morar

O primeiro de tudo é saber onde morar. Os gastos com mudança para o exterior podem variar conforme o país de destino. Procure por blogs de brasileiros que moram no local ou passaram por lá. Busque saber sobre a da cultura do lugar, os bairros e hábitos de quem vive na região. É sempre bom saber onde está pisando.

Documentos necessários

Assim que definir para onde vai, entre no site do consulado do país no Brasil para saber a documentação necessária para a mudança. Cada nação tem sua exigência específica para a recepção de estrangeiros, mesmo que você seja descendente, tenha dupla cidadania ou passaporte. Isso pode mudar o valor de sua viagem consideravelmente.

O que levar

Procure levar somente o indispensável. Lembre-se que quanto mais itens resolver transportar – por razões óbvias – mais cara fica a mudança. Leve somente aquelas roupas que você tem certeza que serão usadas. Móveis e eletrodomésticos podem ser doados ou vendidos.

Transporte

Após todo o processo de documentação resolvido, é preciso definir como será feito o transporte dos seus itens. Solicite orçamento em diversas empresas, mas não escolha somente pelos valores. Desconfie quando o preço para mudança internacional for muito baixo. Como é um serviço completo, busque por uma firma com experiência no mercado. Os custos de uma mudança para o exterior podem variar bastante dependendo do país que escolher. Para Portugal, por exemplo, onde muitos brasileiros têm recorrido, por container, os gastos iniciam em cerca de 1.500 euros (mais de R$ 6 mil na cotação atual) e ainda incluem taxas portuárias, fora as surpresas na retirada das peças. Há casos em que os valores beiram os R$ 30 mil.

Moradia

Se for apenas para estudar, você pode ficar em casa de estudantes, hostel, hotel, fazer couchsurfing, alugar por temporada ou direto com um corretor. Em muitos casos, é possível criar uma média de valor só cotando on-line, sem se comprometer com ninguém. Se a intenção for realmente se mudar sem data para voltar, então, o ideal é alugar algum apartamento ou casa para morar. O preço vai de depender muito de cada país e do que você pretende fazer, mas não esqueça de incluir nos gastos as contas mensais da casa, a compra de novos móveis e eletrodomésticos.

Quanto economizar

Você já sabe para onde vai e onde morar, certo? Então chegou o momento de saber quanto vai precisar para se manter no país. É nessa hora que o Excel (ou algum similar) pode ser um grande aliado. Com o programa, é possível simular todos os custos em uma conta básica. Lembre-se de somar tanto os gastos pontuais (passagem, documentação e preparativos), como recorrentes (alimentação, hospedagem, lazer, transporte, cursos extras). Você pode encontrar facilmente esses valores na internet.

Poupança de emergência

Por segurança, é sempre bom ter um dinheiro extra para qualquer emergência. Em caso de acidentes ou doença, por exemplo, não há como prever. Será preciso pagar um hospital para receber atendimento. Se você for sem emprego garantido e não conseguir nada no início, terá um fundo para se manter. Ou no caso de um roubo, onde precisará reaver o que foi perdido, também é importante ter essa poupança. São muitas situações que não estão ao nosso controle. Por isso, depois de saber quanto precisará economizar, tente guardar pelo menos três meses na conta e deixe rendendo. Se tudo der errado, ao menos, durante um tempo, você conseguirá ficar bem.

Como reduzir gastos com seu automóvel

Maneira como motorista dirige pode influenciar na durabilidade e nas despesas com o veículo

Os custos gerados por um automóvel vão muito além do investimento do momento da compra. Ter um carro gera gastos para o motorista, incluindo a manutenção, impostos, abastecimento, seguro, além de outras despesas inevitáveis. Portanto, é preciso estar ciente de que, apesar de todos os benefícios e praticidades que o transporte possa trazer, ele também pode ser um “vilão” da sua economia.

No entanto, nada de se desesperar e desistir do seu sonho do “carro próprio”. Sempre há um jeito de gastar menos. Segundo o Centro de Segurança Viária Brasileiro, a maneira como o motorista dirige pode influenciar na durabilidade do veículo e nas despesas com ele. Por isso, algumas mudanças nos seus hábitos na condução e utilizar equipamentos baratos, como um macaco jacaré usado, por exemplo, podem gerar uma economia maior em seu automóvel. Quer saber como fazer isso? Confira algumas dicas essenciais para fazer o seu bolso voltar a sorrir:

Acessórios

Alguns acessórios são fundamentais – e obrigatórios – para transportar no carro. Um deles, sem dúvidas, é o macaco para a troca de pneus. No entanto, sabemos que não se trata de um equipamento dos mais baratos. Para que o gasto não seja dos mais altos, é possível comprar um macaco jacaré usado, visto que um novo custa, em média, cerca de R$ 600,00, enquanto um aparelho recondicionado pode ser encontrado no mercado por cerca de R$ 200,00. É uma grande economia para o motorista, não é mesmo?

O macaco jacaré suporta diferentes capacidades (de 1,5 até 20 toneladas), sendo de fácil manuseio, exigindo menos esforço e se acoplando perfeitamente em diferentes modelos de carro. O equipamento utiliza óleo hidráulico para gerar a pressão interna no levantamento das cargas, possuindo um pistão hidráulico, um tanque de óleo, acionador manual, além de estrutura em aço. Ele levanta o carro de forma lateral.

Ar-Condicionado

O ar-condicionado não é indicado para uso na cidade, com velocidade baixa e brecando constantemente. Nesses casos, o ideal é andar com as janelas abertas. Agora, se você for pegar a estrada, pode ligar o ar-condicionado sem medo. Isso porque, se o automóvel estiver a mais de 80 km/h, a velocidade dos ventos pode interferir em sua aerodinâmica, contribuindo para aumentar o consumo.

Combustível

É bem comum ver postos adulterando combustíveis pelo país afora. Além de comprometerem a saúde dos componentes do motor, isso atrapalha a leitura da central e fazem o consumo subir significativamente. Para evitar esse problema, procure abastecer em grandes redes e postos confiáveis, com os selos da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e do Inmetro visíveis nas bombas.

Manutenção

É verdade que essas manutenções custam um pouco, mas é melhor ter esses gastos programados do que ser pego de surpresa com algum defeito futuramente. Muitas vezes, não trocar o óleo ou deixar de realizar algum outro procedimento necessário pode fazer com que o seu automóvel gaste mais combustível. No fim das contas, esses custos com a prevenção de problemas mecânicos no automóvel acabam se revelando investimentos. São rotinas de manutenção preventiva com gastos relativamente baixos, que ficam ainda mais em conta quando comparadas às intervenções que evitam.

Marchas

Dirigir em velocidades muito baixas nas marchas mais altas faz o motor funcionar de forma irregular. Procure trocar, então, as marchas conforme o desenvolvimento da velocidade. Caso precise reduzir, avalie a redução pelo câmbio. Evite também manter o carro em ponto morto em descidas. Nos veículos atuais, o motor é mantido em marcha lenta, mas sem cortar o fornecimento de combustível. Já se o automóvel é mantido engrenado, a central fará a leitura correta, entendendo que não é preciso alimentar o motor para que o carro se mova e, diminuindo o desgaste e o consumo.

Pneus

A calibragem dos pneus ajuda a diminuir o consumo de combustível, pois, quando estão vazios, sua área de contato com o solo é maior, o que aumenta o atrito dos pneus com o piso e o consumo.

Velocidade

Evite pisar no acelerador bruscamente, porque velocidades muito altas significam maior atrito entre as partes móveis, o que causa um desgaste maior de componentes do motor, da transmissão e, principalmente, da suspensão.

Embreagem

Dirigir com o pé no pedal da embreagem quando a marcha já estiver engatada tende a danificar a tração e os componentes, podendo resultar na troca dos conjuntos e em gastos extras.

Descubra as vantagens de comprar um ar-condicionado da Samsung

O Brasil quebra todos os anos os seus próprios recordes de calor, em muitas regiões do país nem mesmo a sombra pode tirar a sensação de calor extrema que as pessoas sentem. Em um país tropical com tantas áreas quentes assim é normal que o ar-condicionado seja o eletrodoméstico mais cobiçado pela população.

Nada se compara a dormir em um ambiente climatizado para uma temperatura agradável, pois o calor além de atrapalhar o dia a dia, também causa muitos transtornos na hora de dormir.

Mas dentre tantas marcas diferentes é difícil escolher o modelo mais apropriado para você. A Samsung possui alguns dos melhores modelos do mercado, tanto em potência como em vida útil e design.

Dentre as várias vantagens em se obter um ar-condicionado Samsung, além da grande potência, durabilidade e design moderno, está em saber que o produto adquirido vem de uma marca tradicional do mercado de equipamentos tecnológicos, com anos de estrada e experiência tanto em produzir quanto em auxiliar no pós-compra.

Os aparelhos Samsung têm como vantagem o fato de que alteram a temperatura do ambiente sem emitir vento, algo que para os alérgicos é uma dádiva, pois o vento produzido pelos aparelhos de ar-condicionado tradicionais pode causar diversas reações alérgicas em pessoas propensas.

Como já dito anteriormente, a sul-coreana Samsung está no mercado desde os anos 60 e é uma referência em todo tipo de tecnologia em todo o mundo, seja com seus celulares Galaxy que dominam o mercado ou suas TVs LED com tecnologia de ponta, a Samsung sempre está muito à frente da competição. Com tanta história a qualidade dos aparelhos de ar-condicionado Samsung não poderia ser diferente, produzidos desde a década de 80, o ar-condicionado Samsung já passou por todas as provas possíveis até chegar nos modelos atuais, e é por essa história que ele apresenta tanta durabilidade e funcionalidade.

Como todas as linhas da empresa, seria difícil atender a um público tão amplo com uma só oferta, portanto a Samsung conta com diversos modelos, seja o ar-condicionado tradicional, o ar-condicionado split ou os ares com tecnologia inverter. A Samsung atende muito bem a qualquer perfil de cliente, basta escolher o equipamento que melhor se encaixa com a necessidade da pessoa.

Outra vantagem, senão a maior de todas, é que as linhas de aparelhos de ar-condicionado Samsung possuem muitos modelos com a tecnologia inverter. Esse tipo de aparelho tem como diferencial principal a sua capacidade de ser eficiente com a energia elétrica. Aparelhos de ar-condicionado split com tecnologia inverter podem economizar até 60% na conta de luz mensal em comparação aos outros ares.

Isso dá um excelente custo benefício a longo prazo, mesmo que os ares split com inverter sejam um pouco mais caros eles saem mais baratos graças a essa alta diminuição na conta de luz. E ainda contam com compressores de alta durabilidade!

Com todas essas vantagens é muito difícil que a compra de um ar-condicionado Samsung cause algum arrependimento, eles são aparelhos ótimos e duradouros, que vão aumentar muito a sua qualidade de vida!