Como montar um laboratório de análises clínicas? Confira algumas dicas importantes

Montar um laboratório de análises clínicas é o sonho e o objetivo de muitos profissionais da área da saúde, como os bioquímicos e biomédicos.

Além de ser extremamente necessário por ter como principal objetivo a saúde das pessoas, pode ser bastante rentável.

Então, se você deseja abrir o seu próprio laboratório, continue lendo a seguir e confira algumas dicas.

1. Escolher o endereço e o imóvel e contatar a prefeitura

Para ter um Laboratório qualidade de análises clínicas, o primeiro passo que deve ser dado é escolher o ponto comercial para a abertura de uma empresa. 

E para isso, há alguns pontos que devem ser levados em consideração, como a locomoção, acesso e segurança dos clientes, concorrentes próximos, dentre outros.

No caso de um laboratório de análises clínicas, uma dica muito interessante e que, sem dúvidas, irá gerar melhores resultados, é que ele fique localizado próximo a consultórios médicos, hospitais e clínicas. 

No entanto, ao escolher um local, contate a prefeita para verificar se é permitida a instalação de um laboratório no mesmo.

2. Providenciar a obtenção do CNPJ

Depois de ter a localização aprovada, o segundo passo no processo deve ser a obtenção do CNPJ.

É importante que seja feito logo no início para garantir que o endereço do seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica seja o mesmo de instalação da empresa.

O CNPJ é de extrema importância pois permite à Receita Federal regular e conceder direitos.

3. Obter os alvarás e licenças necessários

É importante ressaltar que cada cidade pode ter as suas próprias legislações para negócios desse tipo, portanto, ao abrir seu laboratório, busque tomar conhecimento sobre isso.

Porém, de modo geral, os alvarás e licenças necessárias para abertura e funcionamento de um laboratório de análises clínicas costumam ser os mesmos: Registro no Corpo de Bombeiros, Alvará de licença sanitária e Alvará municipal de funcionamento.

4. Solicitar vistoria junto à DFA/SIV

Este é um passo muito importante e é papel do empreendedor solicitar uma vistoria junto à Delegacia Federal da Agricultura e do Serviço de Inspeção Vegetal, DFA/SIV.

A função dessa vistoria é analisar as instalações e equipamentos. Dessa forma, ela só deve ser solicitada após a parte de infraestrutura estar concluída.

Ela contempla também o atendimento das exigências legais da Anvisa, a exemplo da resolução “RDC nº 050/2002: Regulamento Técnico para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde.”, ”RDC nº 302/2005: regulamento técnico sobre o funcionamento de laboratórios clínicos”, ”RDC nº 306/2004: gerenciamento de resíduos de serviços de saúde” e “RDC nº 063/2011: boas práticas de serviços de saúde”.

5. Registrar a empresa no órgão de classe

Entre o processo de montar um laboratório de análises clínicas, é preciso também registrar a empresa no órgão de classe, que é o Conselho Regional de Biomedicina. 

Além disso, também é necessário providenciar o registro no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email