Como se tornar um encanador

O encanador é um profissional que nunca ficará sem trabalho, pois problemas com vazamentos são um dos mais comuns de acontecerem em qualquer residência. Portanto, é um emprego muito bem visto. Não tão reconhecido, porém, extremamente necessário.

O encanador é fundamental em construções, pois é responsável por funções, como: consertar canalizações, reservatórios e chaves de bomba; Definir traçados e dimensões das tubulações hidráulicas; confeccionar e assentar calhas; Manutenção das instalações hidráulicas; Instalar canos para ligação de água e esgoto.

Então, se você deseja se tornar um encanador, saiba, antes de tudo que será necessário muito estudo. Se você deseja abrir uma desentupidora, fazer parte de uma ou apenas tem a vontade de profissionalizar como encanador autônomo, veja abaixo algumas dicas.

 

O que é preciso para ser um encanador

Para se tornar um encanador é preciso ter o ensino médio completo, pois é necessário que tenha conhecimentos em matemática, álgebra, geometria e física.

Será necessário ler plantas e usar softwares de desenho, então computação também é exigido.

Os programas de aprendizagem sob tutela (“programa de aprendizado com capacitação profissional – apoiado na Lei 10.097/2000- que tem como objetivo inserir o(a) jovem no mundo do trabalho”) podem ser uma ótima opção de qualificação.

O curso tem 140 horas de aulas teóricas e estágio remunerado.

Não descarte a ideia de fazer um curso técnico, pois é indispensável. Existem vários que formam encanadores, escolha uma instituição credenciada no MEC (Ministério da Educação).

Com o curso, o aluno aprenderá a fazer o uso correto das ferramentas, fazer instalação e reparação de pias, torneiras e lavatórios, tubulações, linha roscável, válvulas de pé de crivo, fazer cortes e dobras em tubo de PVC, mexer com aquecedor solar e tubulação de cobre.

Veja o que o aluno aprende no curso técnico para ser encanador:

Base teórica

  • Conceitos de sistema de vedações, registro, torneira, sifão, pressão, perda de carga e velocidade, válvula de descarga, caixa sifonada, caixa d’água, caixa seca, caixa de inspeção, caixa de gordura e ventilação; Conceitos de sistema de acoplamento (flange, ponta, bolsa, solda e rosca);
  • Sistema métrico e polegada;
  • Noções de hidráulica e esgoto;
  • Qualidade, planejamento e responsabilidade ambiental;
  • Noções de segurança e higiene na construção civil;
  • Instalação de rede hidráulica, com as definições das normas NBR 5626 (norma que define requisitos do projeto, execução e manutenção de instalações hidráulicas prediais de água fria) e NBR 8160 (norma que estabelece as exigências e recomendações relativas ao projeto, execução, ensaio e manutenção dos sistemas prediais de esgoto sanitário, para atenderem às exigências mínimas quanto à higiene, segurança e ao conforto).
  •  

Na prática

  • Fazer corte de tubos de PVC e ferro galvanizado;
  •  Fazer roscas em tubos de ferro galvanizado e PVC branco roscável;
  • Montagem em tubos de ferro galvanizado, PVC marrom soldável de PVC branco roscável;
  • Instalação de água fria para banheiros;
  • Teste em tubulação;
  • Montagem e instalação hidráulica de água quente.

Dia a dia de um encanador

O encanador realiza com frequências testes de estanqueidade. Este teste mede dimensões, limites de resistência à pressão ou ao vácuo, acabamento das superfícies, materiais de montagem e é capaz de localizar e medir vazamentos.

Um encanador precisa ter em mente que é fundamental para a segurança fazer o uso de EPI (equipamento de proteção pessoal). Os equipamentos necessários são:

  • Óculos de segurança;
  • Luva de PVC, látex ou nitrílica;
  • Capacete;
  • Calçado de segurança.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email